Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/05/18 às 16h52 - Atualizado em 25/05/18 às 17h11

Alunos do CEF Vendinha, de Brazlândia, conhecem Embaixada do Peru

COMPARTILHAR

Visita ocorreu nesta quinta-feira (26), no âmbito do programa Embaixadas de Portas Abertas. Crianças aprenderam sobre a história e a gastronomia do vizinho sul-americano

MARYNA LACERDA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

 

As cores e a gastronomia do Peru encantaram os estudantes do sétimo ano do Centro de Ensino Fundamental Vendinha, de Brazlândia. A visita à sede da representação diplomática do país sul-americano ocorreu nesta quinta-feira (26), no âmbito do programa Embaixadas de Portas Abertas.

 

Os alunos conheceram um pouco sobre as diferentes paisagens que compõem o território peruano e a variedade de espécies agrícolas lá produzidas, como o milho e a batata.

 

Recebidas pelo embaixador do Peru no Brasil, Vicente Rojas Escalante, as crianças percorreram a sede diplomática e a residência oficial. Elas assistiram a uma apresentação sobre a história e a geografia do país vizinho e degustaram pratos típicos.

A experiência foi rica em sensações para Vitória Gabriele Moreira Borges da Silva, de 12 anos. “Fiquei encantada com as cores das pimentas, das batatas, dos milhos. Tudo é muito alegre”, conta. Os sabores também chamaram a atenção da jovem. “É tudo muito gostoso. Adorei o ceviche”, avalia.

 

A visita permitiu que Maria Eduarda Chacon, de 12 anos, elaborasse uma nova impressão sobre o país. “Pensava que lá tinha temperaturas mais quentes e que chovia mais, como é aqui no Brasil. Pensava até que Machu Picchu era uma pessoa, não um lugar.”

 

“Fiquei encantada com as cores das pimentas, das batatas, dos milhos. Tudo é muito alegre”Vitória Gabriele da Silva, de 12 anos, aluna do CEF Vendinha

 

Para Ana Gabriele Santana, de 13 anos, a hospitalidade do povo peruano foi marcante. “São muito simpáticos, inclusive o embaixador, que interagiu com a gente”, elogiou.

 

As descobertas proporcionadas pelo intercâmbio cultural estão na gênese do Embaixadas de Portas Abertas, como explicou a chefe da Assessoria Internacional do governo de Brasília, Renata Zuquim. “É uma oportunidade de trazer o mundo para os estudantes e levar um pouco de Brasília.”

 

A experiência também é enriquecedora para os anfitriões, como destacou Escalante. “Agradeço e felicito a iniciativa. O mais importante da vida e do mundo são vocês”, disse, se referindo às crianças. Ele ainda fez uma recomendação aos estudantes: “vocês só têm que fazer duas coisas na vida, brincar e estudar”.

 

O programa Embaixadas de Portas Abertas

 

O Embaixadas de Portas Abertas começou, como piloto, em 2015 e foi instituído oficialmente em 9 de agosto de 2017.

 

A iniciativa é uma parceria da Assessoria Internacional com a Secretaria de Educação e a Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB) — que leva os alunos às embaixadas.

 

As atividades fazem parte do Criança Candanga, conjunto de políticas públicas voltadas para a infância e a adolescência em Brasília.

 

EDIÇÃO: MARINA MERCANTE

Assessoria Internacional - Governo de Brasília

Assinter

Anexo do Palácio do Buriti, 2º andar, Sala 211 - CEP: 70075-900 Telefone: (61) 3961.4685 | E-mail assessoria.internacional@buriti.df.gov.br