Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/08/19 às 17h19 - Atualizado em 29/08/19 às 15h39

DF ganha voos diretos para Peru, Paraguai e Chile

Em junho deste ano, a capital também obteve uma nova rota para Cancún, no México

Fotos: Renato Araújo/Agência Brasília

 

A população do Distrito Federal ganha mais três opções de voos internacionais diretos. Além de Cancún (México), os moradores da capital terão rotas para Assunção (Paraguai), Lima (Peru) e Santiago (Chile). O objetivo do governo local, além de gerar emprego, é transformar o Aeroporto Internacional de Brasília – Presidente Juscelino Kubitschek  – em um grande ponto de ligação do Brasil com outros continentes.

 

Durante a cerimônia de anúncio dos novos destinos, na tarde desta quarta-feira (21), no Palácio do Buriti, o vice-governador do DF, Paco Britto, representando o governador Ibaneis Rocha, reconheceu o esforço das pastas e órgãos do GDF para fomentar o turismo, gerar emprego e renda na capital.

 

“O reflexo será em vários setores. Vamos procurar mais parcerias com as companhias aéreas para continuar investindo no desenvolvimento do Distrito Federal. Assim, transformando a capital em uma das principais portas de entrada do país”, destaca.

 

Segundo a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, Brasília ganhou, desde o início deste ano, um novo olhar sob o turismo e que, o aumento de conectividade com outros países da América Latina em tão pouco tempo, demonstra os esforços que o GDF tem realizado para impulsionar o turismo na capital brasileira. “Estamos no coração do Brasil, temos um dos melhores aeroportos e temos voos diretos com todas as capitais brasileiras”, ressalta.

 

As novas rotas começam a ser operadas aos poucos. Em 15 de outubro inicia o destino direto para Santiago às terças, quintas e sábados. Em 14 de novembro será a vez do trecho para Lima às segundas, quintas e sábados e em 15 de dezembro a rota de Assunção. A companhia ainda irá detalhar a escala.

 

Participaram da cerimônia os secretários de Ciência e Tecnologia, Gilvan Máximo, de Cultura, Adão Cândido, de Desenvolvimento Econômico, Ruy Coutinho, de Relações Internacionais, Pedro Rodrigues, de Projetos Especiais, Everardo Gueiros, de Governo, José Humberto, o presidente da Inframerica, Jorge Arruda, o embaixador do Chile no Brasil, Fernando Schmidt, o embaixador do Peru no Brasil, Javier Yépez Verdeguer, o embaixador do Paraguai no Brasil, Bernardino Hugo Saguier Caballero, o líder do governo, Cláudio Abrantes, a deputada distrital Júlia Lucy  e os deputados federais Júlio César, Celina Leão e Flávia Arruda.

 

A longo prazo

Além de desenvolver o potencial turístico de Brasília, os novos voos buscam viabilizar Brasília como centro de referência e distribuição em diversas áreas. “Essas rotas irão tornar mais viável e barata a logística de agenda das relações governamentais, empresariais, acadêmicas e culturais, ou seja, as novas linhas, em caráter permanente, facilitam o desenvolvimento econômico e social da região”, explica o secretário de Relações Internacionais, Pedro Luiz Rodrigues.

 

 

 

 

Secretaria Extraordinária de Relações Internacionais - Governo de Brasília

SRI-DF

Anexo do Palácio do Buriti, 2º andar, Sala 211 - CEP: 70075-900 Telefone: (61) 3961.4685 | E-mail assessoria.internacional@buriti.df.gov.br