Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/12/18 às 18h39 - Atualizado em 20/09/19 às 17h34

Embaixadas de Portas Abertas

 

O Programa Embaixadas de Portas Abertas (PEPA) visa estreitar o relacionamento entre as representações diplomáticas, os organismos internacionais sediados em Brasília e as escolas do DF, sobretudo aquelas em áreas de vulnerabilidade social. Por meio de visitas, são transmitidas informações sobre a história, a geografia, a cultura e as tradições dos países de representação e das regiões nas quais as escolas estão inseridas.

 

Além disso, a iniciativa tem como estratégia fortalecer a aplicação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS#4, ODS#16, ODS#17), ampliar o processo pedagógico para além das salas de aulas e possibilitar que o corpo diplomático conheça o patrimônio cultural de Brasília e suas diferentes Regiões Administrativas.

 

Ao todo, foram realizadas 65 visitas de unidades de ensino a representações diplomáticas, sempre acompanhadas das chamadas “visitas de retorno” às escolas.

 

Uma pesquisa de opinião junto às representações diplomáticas mostrou que todas elas avaliam a experiência de participação no PEPA como positiva, e demonstram intenção em participar novamente.

Outro indicativo de sucesso são as atividades que acontecem para além do âmbito do programa, mas que são resultantes da aproximação, por meio das visitas, entre as embaixadas, as redes de ensino e as secretarias.

 

Processo: 1.2.1. Gestão do Programa Embaixadas de Portas Abertas.
Parceiros Internos: SEEDF, TCB, SECOM.
Parceiros Externos: Representações diplomáticas e organismos internacionais, Polícia Militar.
Duração: Criado como projeto-piloto em 2015, estabelecido por decreto em 2017, sem previsão de término.
Público Alvo: Estudantes da Rede de Ensino do DF, Corpo Diplomático.
Legislação: Decreto nº 38.397, de 09 de agosto de 2017 – Institui o Programa Embaixadas de Portas Abertas no âmbito do Distrito Federal, e
dá outras providências.
Orçamento: O Programa não conta com dotação orçamentária própria.

 

 

Gráfico: Evolução das visitas e resultado da pesquisa de opinião realizada com as embaixadas.

 

 

Representações Parceiras

1. República Federal da Alemanha

2. República de Angola
3. República Argelina Democrática e Popular
4. República Argentina
5. República da Áustria
6. República do Azerbaijão
7. República Popular do Bangladesh
8. República da Belarus
9. Reino da Bélgica

10. República da Bulgária

11. República do Cazaquistão
12. República do Chile
13. República Popular da China
14. República da Colômbia
15. República da Coreia
16. Delegação da União Europeia (representação)
17. República de El Salvador
18. Emirados Árabes Unidos
19. República da Eslovênia
20. Reino da Espanha
21. Estados Unidos da América
22. República Francesa
23. República Gabonesa
24. Geórgia
25. República Cooperativista da Guiana
26. República do Haiti
27. Hungria
28. República da Índia

29. Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura – IICA
30. Estado de Israel
31. República Italiana

32. Japão
33. Reino do Marrocos
34. Estados Unidos Mexicanos
35. República da União de Myanmar
36. República da Nicarágua
37. República Federal da Nigéria

38. Nova Zelândia
39. Reino dos Países Baixos
40. República do Paraguai
41. República do Peru
42. República Portuguesa
43. República Dominicana
44. República da Sérvia
45. República de Singapura
46. Reino da Suécia
47. Confederação Suíça
48. Sultanato de Omã
49. República Oriental do Uruguai
50. República Socialista do Vietnã

Secretaria Extraordinária de Relações Internacionais - Governo de Brasília

SRI-DF

Anexo do Palácio do Buriti, 2º andar, Sala 211 - CEP: 70075-900 Telefone: (61) 3961.4685 | E-mail assessoria.internacional@buriti.df.gov.br