Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/11/13 às 17h47 - Atualizado em 24/04/18 às 18h26

GDF busca apoio coreano para modernizar gestão governamental

Proposta de parceria visa a estabelecer novo sistema de funcionamento do governo local, que terá sua sede transferida para Taguatinga em 2014

Brasília, 29 de outubro de 2013 – O governador Agnelo Queiroz visitou hoje o embaixador da Coreia do Sul, Bon-Woo Koo, para apresentar proposta de parceria para implantação de um novo sistema de gestão tecnológica no GDF, que terá sua sede física transferida do Plano Piloto para Taguatinga, em 2014.

“Nós vamos mudar o centro do governo para o Centro Administrativo, mas, além da mudança física, queremos modernizar nossa gestão para torná-la mais eficiente para atender com mais celeridade todas as demandas da população do DF”, destacou o chefe do Executivo local.

O embaixador, ao agradecer a visita, avaliou como positiva a mudança da sede do governo para Taguatinga, que concentra grande parte dos habitantes do DF. Segundo ele, o GDF terá maior visibilidade por estar em uma área que tem pouca concentração de estruturas governamentais, ao contrário de Brasília.

“Vários governos locais fizeram essa mudança na Coreia, que avançou muito nos últimos anos para tornar o governo digital e eficiente. Realmente acredito que essa é uma área de cooperação viável e forte entre os dois países (Brasil e Coreia)”, enfatizou Bon-Woo Koo.

O embaixador sugeriu uma visita in loco para que o governo distrital conheça as técnicas aplicadas naquele país, que já foram apresentadas a técnicos do TCU, que demonstrou interesse pelo sistema estrangeiro.

“Nós temos 23 boas práticas de governo digital para agilizar os processos dos governos em vários aspectos, entre elas, aumentar a rapidez de fornecimento e compra de materiais, controlar imigração e prestar serviços cartorários”, detalhou.

“Se conseguirmos aplicar essa experiência no DF com sucesso, com um formato de projeto-piloto, isso poderá se refletir em outras unidades da federação para aderir o modelo”, complementou o governador.

ENCONTRO MUNDIAL DAS ÁGUAS 

Agnelo Queiroz demonstrou interesse pelo convite ao afirmar que a visita poderia ser feita em fevereiro, quando ele, acompanhado de um comitê, visitará a Coreia para participar da reunião que definirá se Brasília será sede do Encontro Mundial das Águas, em 2018.

“Aproveitamos, inclusive, para pedir apoio para que a Coreia ajude Brasília a sediar o encontro”, complementou o presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento (Adasa), Vinicius Benevides, presente na reunião.

Ele destacou que a Coreia tem quatro votos no Conselho Mundial das Águas, que tem a participação de aproximadamente 35 representantes de diversos países, sendo quatro brasileiros. O colegiado votará para decidir qual cidade sediará o evento. “Por isso, o apoio da embaixada é muito importante”, lembrou Benevides.

O embaixador ratificou que Brasília tem todas as condições para receber o evento, assim como a Coreia, sede do encontro para 2015.

Jornal Alô Brasília

Escritório de Assuntos Internacionais - Governo do Distrito Federal

EAI-DF

Anexo do Palácio do Buriti, 2º andar,
Sala 211 - CEP: 70075-900
Telefone: (61) 3961-4685
escritorio.internacional@buriti.df.gov.br