Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/11/13 às 20h30 - Atualizado em 8/11/13 às 20h43

Governador acredita que Brasília pode ser a escolhida para sediar a Universíade 2019

Resultado será anunciado amanhã (9), em Bruxelas, na Bélgica

BRUXELAS (8/11/13) – O governador Agnelo Queiroz disse hoje, em Bruxelas, na Bélgica, ter grande esperança de que a capital do Brasil será a escolhida, sábado (9), às 16h (horário de Brasília), para sediar em 2019 as Olimpíadas Universitárias de verão, a Universíade, evento que reunirá cerca de 20 mil atletas do mundo inteiro.

Ele destacou o apoio de Dilma Rousseff, que considerou a competição muito importante para o Brasil e para Brasília durante o encontro que reuniu em outubro o governador do DF, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo e representantes da Federação Internacional de Esportes Universitários (Fisu). 

Para o governador, a cidade se preparou adequadamente para o evento, pois já terá realizado a Copa do Mundo de Futebol em 2014 e as Olimpíadas de 2016. “Os investimentos estruturais já estarão prontos, portanto nós vamos nos dedicar daqui até lá no desenvolvimento do desporto universitário e na concretização da Vila Olímpica da UNB, que é um sonho do povo brasiliense, numa parceria com a iniciativa privada”, completou.

Agnelo considera a disputa com Budapeste “uma verdadeira guerra”, mas acredita que as chances são muito grandes. “Trabalhamos muito para isso, mas temos que aguardar o resultado, pois a batalha é grande e dura e somente depois de apurarmos os votos poderemos comemorar, mas estamos otimistas”, finalizou.

ACORDO – Antes de visitar o stand de Brasília para a Universíade 2019, no hotel Dolce La Hulpe, nos arredores da capital belga, Agnelo Queiroz assinou dois acordos com o governador da região de Bruxelas e Capital, Rudi Vervoot, e com o Ministro da Educação, Pascal Smet, nas áreas de educação, recursos humanos, pesquisa e tecnologia.

Nos dois convênios assinados, a expectativa é que, a partir do segundo semestre de 2014, outro grupo de estudantes e servidores públicos sejam selecionados pelo programa “Brasilia sem Fronteiras” para realizar intercâmbio nas instituições de ensino e pesquisa belgas.

O secretário-chefe da Assessoria Internacional do GDF, Odilon Frazao, que coordena o programa, demonstrou a importância do acordo ao citar a presença do Reitor da Universidade Livre de Bruxelas, Paul de Knop, cuja instituição conquistou, este ano, o Prêmio Nobel de Física, por meio do professor François Engler, que descobriu a partícula Bozon de Higgs, no acelerador nuclear de Genebra, em 2011.

Participam da missão oficial do GDF os secretários Glauco Rojas, de Ciência e Tecnologia, Luís Otávio Neves, de Turismo, e Odilon Frazao, de Relações Internacionais, além do presidente da Novacap, Nilson Martorelli, e do deputado distrital Washington Mesquita.

(Agência Brasília)

Escritório de Assuntos Internacionais - Governo do Distrito Federal

EAI-DF

Anexo do Palácio do Buriti, 2º andar,
Sala 211 - CEP: 70075-900
Telefone: (61) 3961-4685
escritorio.internacional@buriti.df.gov.br