Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/10/13 às 20h22 - Atualizado em 29/10/13 às 20h35

Programa Brasília Sem Fronteiras 2013

O Programa Brasília sem Fronteiras 2013 foi lançado pelo GDF para garantir os mais altos níveis de excelência em educação por meio de intercâmbio internacional e imersão cultural. A iniciativa vai proporcionar bolsas de estudo nos Estados Unidos e na Europa, em instituições de educação de referência mundial a 126 estudantes do Centro Interescolar de Línguas (CIL) e 64 servidores do GDF.

Para fazer parte do Programa, mais de 2,3 mil interessados realizaram, no dia 22/9, provas objetivas de Língua Inglesa e Atualidades.


Estudantes do CIL – Os 126 estudantes do CIL aprovados embarcaram no dia 28/10 para Washington D.C. (EUA), onde vão participar do Curso de Inovação com Imersão em Cultura e História Americanas, na Universidade de Georgetown. Após as provas, o grupo precisou comprovar os pré-requisitos para a participação (ter entre 16 e 19 anos de idade; ser estudante ou oriundo da rede pública de ensino do DF; e estar matriculado no curso de Língua Inglesa, a partir do nível Avançado II, no CIL) e participar de cursos preparatórios.

 

Servidores do GDF – As vagas para servidores e empregados públicos do GDF aprovados são para os cursos de Gestão Pública, na Universidade de Haia (Holanda); Hospitalidade em Grandes Eventos, na Universidade de Krems, e Cidades Inteligentes, no Instituto de Tecnologia da Áustria (ambos na Áustria). Eles embarcam em 2/11 e, para integrar o intercâmbio, o grupo precisou comprovar os pré-requisitos para a participação no Programa (ter entre 21 e 32 anos de idade; ser fluente em Língua Inglesa; e ter completado ou estar cursando nível superior); e participar de cursos preparatórios. Todos os cursos têm duração de quatro semanas.

 “Quem participar do Programa terá a oportunidade de conhecer uma cultura estrangeira, obter fluência em outro idioma e comparar o que os outros países têm de soluções em sustentabilidade e em inovação tecnológica. Eles poderão, ao retornar para cá, provocar uma transformação social”, explica o secretário-chefe da Assessoria Internacional, Odilon Frazão.

Despesas pagas – Todos os bolsistas terão suas despesas referentes ao curso; passagens aéreas; seguro-saúde; documentação necessária; hospedagem; material didático; e bolsa-auxílio para pagamento de alimentação, transporte e demais despesas pessoais, pagas pelo GDF. Além das despesas pagas, cada participante receberá uma bolsa-auxílio de 150 dólares por semana (para o grupo que vai para os EUA) e 150 euros por semana (para o grupo que vai para a Europa) para custear gastos pessoais que forem necessários.

De acordo com o Odilon Frazão, o Programa funcionará como um divisor de águas. “O Brasília Sem Fronteiras será um catalisador de mudanças na vida não só dos participantes, mas na das famílias deles e também na da comunidade”, completou.

O Programa Brasília sem Fronteiras é realizado pelo GDF com a articulação da Assessoria Internacional do GDF; da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação; da Secretaria de Educação; e da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF).

Escritório de Assuntos Internacionais - Governo do Distrito Federal

EAI-DF

Anexo do Palácio do Buriti, 2º andar,
Sala 211 - CEP: 70075-900
Telefone: (61) 3961-4685
escritorio.internacional@buriti.df.gov.br