Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/08/21 às 14h28 - Atualizado em 16/09/21 às 11h20

América Central ganha espaço de representação no Jardim Botânico de Brasília

Fotos: Júlia Medeiros/EAI-DF

 

O Jardim Botânico de Brasília (JBB) inaugurou nesta quinta-feira (05) mais um espaço temático na Alameda das Nações e dos Estados, o Jardim da América Central. A cerimônia de lançamento teve início às 10h e também celebrou o bicentenário da independência dos países representados pelo Jardim: Costa Rica, Honduras, Nicarágua, Guatemala e El Salvador.

 

O espaço reunirá plantas de espécies tropicais endêmicas desses países, como orquídeas, aráceas e ipês. Com aproximadamente 150 m², o Jardim da América Central conta com sistema de irrigação automatizada por meio de gotejamento e aspersão para irrigação das plantas.

 

Entre as autoridades presentes, estava a chefe do Escritório de Assuntos Internacionais do Governo do Distrito Federal (EAI/GDF), Renata Zuquim. “É uma honra celebrar a inauguração deste Jardim, que traz ainda mais cultura para nossa cidade, além de promover uma integração internacional ainda maior entre Brasília e os países da América Central”, diz.

 

 

O secretário do Meio Ambiente do DF, Sarney Filho, concorda. “O Jardim que estamos inaugurando é um presente a Brasília e ao Brasil, pois oferece aos visitantes o conhecimento dessa linda flora. O meio ambiente é um bem de todos, que deve ser cuidado e respeitado. Nessa perspectiva, a Alameda das Nações tem importante valor simbólico do comprometimento de nossos países com o futuro do planeta”, enfatiza.

 

Fotos: Júlia Medeiros/EAI-DF

 

Representando os embaixadores presentes, o Embaixador da Costa Rica, Norman Lizano Ortiz, comemorou os 200 anos de independência dos países centro-americanos e lembrou que, em 2022, o Brasil também celebrará seu bicentenário. “Somos países no caminho do desenvolvimento, procurando melhorar a situação socioeconômica de nossos cidadãos, especialmente por meio da educação, saúde e meio ambiente”, lembrou o diplomata.

 

Segundo a diretora do JBB, Aline de Pieri, “o projeto Alameda foi concebido em 1985, com a criação do Jardim Botânico de Brasília. Seu objetivo é reunir espécies da flora de vários países, buscando representar sua biodiversidade neste espaço. Em parceria com as embaixadas, conseguimos trazer para o JBB e para Brasília um pedacinho da América Central e implantar nosso jardim tropical”, comemora.

 

Quem se interessar em conhecer o Jardim da América Central e outros espaços do JBB pode visitar o local de terça à domingo, das 9h às 17h.

 

Autoridades

 

Além das autoridades citadas, estiveram presentes no evento o secretário de estado da Cultura e Economia Criativa do DF, Bartolomeu Rodrigues; o titular da Região Administrativa do Jardim Botânico (RA XXVII), Hamilton Santos; o embaixador de El Salvador, Victor Pizzati; o embaixador da Guatemala, Arturo Ortíz; o embaixador de Honduras, Jorge Reyes; e a embaixadora da Nicarágua, Lorena Martínez; além de duas assessoras da Secretaria de Estado de Projetos Especiais do GDF, Erika Dias e Milena Carvelo.

Escritório de Assuntos Internacionais - Governo do Distrito Federal

EAI-DF

Anexo do Palácio do Buriti, 2º andar,
Sala 211 - CEP: 70075-900
Telefone: (61) 3961-4685
escritorio.internacional@buriti.df.gov.br