Governo do Distrito Federal
29/11/22 às 17h31 - Atualizado em 29/11/22 às 17h31

Embaixada de Cuba visita o CEF Nova Betânia de São Sebastião no âmbito do Programa Embaixadas de Portas Abertas

COMPARTILHAR

 

 

O Centro de Ensino Fundamental Nova Betânia recebeu, nesta terça-feira (29), o Vice-Chefe de Missão da Embaixada de Cuba no Brasil, o Conselheiro Melne Martínez Hernández, em mais uma visita do Programa Embaixadas de Portas Abertas (PEPA).

 

 

O Programa é uma  iniciativa do Governo do Distrito Federal, sob coordenação do Escritório de Assuntos Internacionais (EAI), com o apoio da Secretaria de Educação (SEEDF) e da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB). 

 

 

Os alunos do CEF Nova Betânia visitaram a Embaixada cubana em 5 de outubro deste ano, por meio do PEPA, e como seguimento deste encontro, a unidade escolar recebeu a visita da representação diplomática, apresentando a história da escola e de sua fundação em Nova Betânia, na região administrativa de São Sebastião. 

 

 

Em alusão ao dia da Consiência Negra, comemorado em 20 de novembro, o representante de Cuba pôde conhecer um pouco da história do povo negro no Brasil, por meio de uma peça teatral apresentada pelos alunos, que encenou trechos do livro de Castro Alves, “O Navio Negreiro”. 

 

 

Na mesma temática, outra turma promoveu um desfile com algumas das principais personalidades negras da história e da atualidade, como Zumbi dos Palmares, Dandara e Chica da Silva, Barack e Michelle Obama, Nelson Mandela, as jornalistas Majú e Glória Maria e as cantoras Iza e Rihanna.  

 

Ao final, além de assistir a um recital de poesia contemporânea, os visitantes puderam integrar uma roda de Capoeira, comandada pelo grupo Araúna, a qual integra uma capoeirista mirim, conhecida como Mestre Manuzinha.  

 

 

A assessora especial do Escritório de Assuntos Internacionais, Louise Alves, agradeceu aos envolvidos, ressaltando que “são momentos assim que oportunizam aos estudantes conhecer o mundo, por meio das Representações Diplomáticas. E este é ainda mais especial, porque desmistificamos Cuba através do estudo, do conhecimento e do diálogo com a comunidade diplomática”. 

 

 

Na ocasião, o vice-chefe de Missão da Embaixada de Cuba agradeceu a oportunidade e acrescentou: “estamos aqui para conhecer a escola e o restante dos alunos que não foram à Embaixada, para conhecer os projetos que estão desenvolvendo e todos os sonhos que cultivam aqui para o benefício de vocês e da sociedade de Brasília e do Brasil”. Ele salientou, ainda, que muitos desses alunos, além de cientistas, escritores, e jogadores de futebol, poderão seguir a carreira diplomática, como ele, que estudou em escolas públicas por toda a vida, também.

 

 

O representante da Regional de Ensino de São Sebastião, Rogério Alves, destacou, por fim, que “o Brasil é conhecido no mundo inteiro por promover a paz. Um país amigo, que acolhe. E esse acolhimento começa em nós, não no mundo, começa em mim, começa em você e a escola deve ser um lugar de paz. Que esta ação traga em nós o desejo de promover a paz, sempre”.

 

O Programa Embaixadas de Portas Abertas começou, como piloto, em 2015, e foi instituído oficialmente em 9 de agosto de 2017 e este ano ocorre em edição especial com representações diplomáticas ibero-americanas, em razão do título que ostenta Brasília, de Capital Ibero-americana das Culturas 2022.

Secretaria de Relações Internacionais - Governo do Distrito Federal

SERINTER

Anexo do Palácio do Buriti, 2º andar,
Sala 211 - CEP: 70075-900
Telefone: (61) 3961-4685
serinter@buriti.df.gov.br