Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/06/20 às 16h15 - Atualizado em 18/06/20 às 17h05

Corpo diplomático se une ao GDF na luta contra o coronavírus em campanha solidária que ajudou diversas famílias em situação de vulnerabilidade

 

Segundo António Guterres, Secretário-Geral da ONU, “com solidariedade, podemos derrotar o vírus e construir um mundo melhor”. De fato, a solidariedade e a união dos povos tem sido uma das principais armas no combate às adversidades e este foi o mote da campanha lançada pelo Escritório de Assuntos Internacionais (EAI-DF), em parceria com o Comitê de Emergência Covid-19, que visa mitigar os devastadores efeitos socioeconômicos da pandemia no DF.

 

 

Atrelada aos princípios da Agenda 2030, com foco no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 17 (ODS 17) – que preconiza o estabelecimento de parcerias globais para o fortalecimento de ações para o desenvolvimento, a campanha mobilizou quase 80 Representações Diplomáticas sediadas em Brasília e conseguiu arrecadar mais de 2,6 mil cestas básicas, totalizando em média 30 toneladas de alimentos, mais de 500 kits de higiene e inúmeros produtos de limpeza, como álcool em gel, água sanitária, detergente, sabão líquido, além de equipamentos de proteção individual, como máscaras e luvas, que foram coletados, higienizados e distribuídos à população do Distrito Federal, pela Defesa Civil do DF, braço logístico da operação.

 

 

Com início em 20 de maio, a ação contou com a participação das Embaixadas da Alemanha, Arábia Saudita, Áustria, Azerbaijão, Bélgica, Bulgária, Cazaquistão, Chile, China, Chipre, Croácia, Eslovênia, Emirados Árabes, Espanha, Filipinas, Finlândia, França, Grécia, Honduras, Hungria, Irlanda, Irã, Itália, Japão, Kuwait, Luxemburgo, Países Baixos, Polônia, Portugal, República da Coréia, República Tcheca, Romênia,  Singapura, Suécia, Suíça, Tailândia, Timor Leste, Turquia, a Delegação da União Europeia no Brasil e a empresa chilena SONDA, além de Representações de países do grupo do Mercado Comum e Comunidade do Caribe (CARICOM) – Barbados, Guiana, Haiti, Jamaica, Suriname e Trinidad e Tobago e do Grupo de Chefes de Missões da África no Brasil – composto por África do Sul, Angola, Argélia, Benin, Botsuana, Burkina Faso, Burundi, Cabo Verde, Camarões, Côte D’Ivoire, Egito, Etiópia, Gabão, Gana, Guiné , Guiné Equatorial, Guiné Bissau, Líbia, Malaui, Mali, Marrocos, Mauritânia, Moçambique, Namíbia, Nigéria, Quênia, República Democrática do Congo, República do Congo, Senegal, Sudão, Tanzânia, Togo, Tunísia, Zâmbia e Zimbábue.

 

 

Empenhados em combater o novo coronavírus e solidários com as famílias carentes que vivem no Distrito Federal, o corpo diplomático, em todas as entregas, fez questão de agradecer pela oportunidade de poder contribuir neste momento de comoção global, com a cidade de Brasília que os acolhe como residentes.

 

 

Diversas Regiões Administrativas receberam os donativos arrecadados na campanha, que impactaram a vida de muitas famílias em situação de vulnerabilidade. Na comunidade do Vale da Benção, no Riacho Fundo I, uma moradora, Maria Ivanilde da Silva, relata que o recebimento das cestas básicas os ajudou muito, sendo a família toda composta por autônomos, desde o início das medidas de isolamento social, estão todos em casa, sem poder exercer suas atividades comerciais.

 

 

A Presidente da Associação dos Moradores dessa comunidade, com mais de 70 famílias e aproximadamente 300 pessoas, agradeceu imensamente pela distribuição das doações e disse que a comunidade fica muito feliz em saber que podem contar com a ajuda de outras pessoas. Outra região significativamente impactada pela campanha foi o setor habitacional Santa Luzia, localizada na Estrutural, onde foram beneficiadas aproximadamente 2 mil famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade, nessa comunidade carente que conta com mais de 3,7 mil domicílios e cerca de 16 mil pessoas.

 

 

Renata Zuquim, chefe do EAI-DF, lembra que a campanha teve como propósito minimizar, de forma mais imediata, os efeitos diretos da pandemia nas famílias mais vulneráveis, paralelamente às políticas públicas que o Governo vem adotando. “Convidamos todas as Embaixadas, as empresas desses países e organismos vinculados a esses governos a se engajarem nessa corrente de solidariedade, que se mostrou muito importante para as comunidades impactadas”, ressaltou.

 

 

O Secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, coordenador do Comitê de Emergência Covid-19, ilustrou a importância do trabalho em conjunto: “uma ação emergencial deste porte requer um alto nível de coordenação entre seus componentes, e essa campanha é prova de que, com dedicação, comunicação e solidariedade, é possível produzir resultados efetivos nas vidas de milhares de cidadãos”.

 

O sucesso da campanha “GDF e Embaixadas Unidos Contra a Covid-19” é uma demonstração de como a solidariedade aliada à cooperação internacional, podem fazer a diferença àqueles que mais precisam em tempos de pandemia.

 

 

Em momentos de crise como o atual, o exercício da cooperação entre as nações e a coordenação de esforços na arena internacional tem se mostrado essencial na busca de soluções compartilhadas, “uma demonstração poderosa e inspiradora da solidariedade global” nas palavras de Tedros Adhanom Ghebreyesus, Chefe da Organização Mundial da Saúde.

 

Mesmo com o término da campanha “GDF e Embaixadas Unidos contra a Covid-19”, as Representações Diplomáticas interessadas em doar suprimentos à população, ainda podem fazê-lo entrando em contato com o Escritório de Assuntos Internacionais da Governadoria, pelo telefone do Escritório (61) 3961-4684, ou por meio do e-mail escritório.internacional@buriti.df.gov.br.

 

 

Confira todos os registros da campanha em: https://flic.kr/s/aHsmNTfJfv

 

 

Escritório de Assuntos Internacionais - Governo de Brasília

EAI-DF

Anexo do Palácio do Buriti, 2º andar,
Sala 211 - CEP: 70075-900
Telefone: (61) 3961-4685
escritorio.internacional@buriti.df.gov.br